Especiais,  Lifestyle,  Moda

Globos de Ouro: os meus favoritos

A noite de ontem foi marcada pela 22ª gala dos Globos de Ouro e serviu para homenagear o melhor que se fez em Portugal no ano de 2016. Realizada no Coliseu dos Recreios, por esta gala passou muito glamour, brilho… e muita transparência! Confesso que esta foi a gala que mais superou as minhas expetativas. Houve vestidos lindíssimos, e penso que este ano foi o melhor no que toca a cabelos e maquilhagem.

Ora saibam lá quais são os meus favoritos…

Estes três vestidos foram amor-à-primeira-vista. Primeiro, a Dânia Neto está sempre deslumbrante a cada edição dos Globos de Ouro, acho que nunca esteve mal. A Paula Lobo Antunes nem sempre está do meu agrado, no que toca às indumentárias que costuma escolher para levar aos Globos de Ouro, mas este vestido… Ai! Dono de uma imensa transparência – sem perder a elegância -, foi dos vestidos mais bonitos que desfilou na passadeira vermelha. A Bárbara Taborda também não costuma desiludir e desta vez, não foi exceção! Vestido lindo, lindo, lindo!

O que dizer deste trio?! Três das mulheres mais bonitas do nosso país e que superam sempre as expetativas. A Vitória Guerra escolheu um vestido que é mesmo a cara dela, apostando também nas transparências. A Cláudia Vieira, como sempre, nunca desilude. Este ano, a escolha manteve-se num estilo mais simples do que os vestidos que levou nas edições passadas. Mas, mesmo assim, a elegância que ela tem, passou para o vestido e foi uma das minhas favoritas da Red Carpet. A Oceana Basílio está sempre bem também. A escolha deste ano foi um vermelho-simples-e-lindo, e uma maquilhagem e um penteado fantásticos!

Estes três também fazem parte dos meus favoritos. Este ano, a Maria João Abreu surpreendeu-me – e acredito que não me tenha surpreendido só a mim! – dentro de um elegante vestido preto, com um bonito corte e formato. Acho que arrasou completamente!

A Sara Salgado, à semelhança dos outros anos, escolheu um vestido simples, todo em renda e de cor verde esmeralda. Além de ser muito simples, gostei! As escolhas da Raquel Strada são sempre uma grande ansiedade por parte do público. Este ano, ARRASOU neste vestido maravilhoso que poderia assentar muito mal se fosse outro alguém a usá-lo, mas a ela… assentou-que-nem-uma-luva!

A Bárbara Lourenço e a Sandra Celas conquistaram, também, os meus favoritos desta edição porque mostraram que a simplicidade, por vezes, pode resultar tão bem!

O vestido da Luciana Abreu, que de simples não tem nada, suscitou muitas opiniões. Há quem tenha detestado e há quem, como eu, tenha gostado. Vestida pela designer brasileira Lethicia Bronstein – a mesma designer que desenhou o vestido “MARA” para o casamento da musa Gabriela Pugliesi -, acho que é um vestido que é a cara dela e que até é bonito, mesmo sendo muito olá-cheguei-e-arrasei!

Falando agora em couples, estes dois foram os meus preferidos! Senhoras e cavalheiros muito bem vestidos. O vestido da Diana Chaves foi o meu favorito, de longe!! Quando o vi, juro que colei nele e foi difícil de descolar. Cor lindíssima, tecido perfeito e corte e formato ainda mais bonitos. Nota 10/10!

Quais foram os vossos vestidos favoritos? Contem-me tudo nos comentários!

Fotografias: Jornal de Notícias, Lux, Caras, Observador

(Visited 94 times, 1 visits today)